22 de março de 2019

Dia Mundial da Poesia e Dia Mundial da Água



No âmbito das comemorações do Dia Mundial da Poesia e do Dia Mundial da Água (21 e 22 de março), o Clube Europeu e a Biblioteca Escolar, com a colaboração das disciplinas de Geografia e Português, vão desenvolver as atividades que constam do cartaz em anexo.

Salienta-se a exposição "Mar de lixo" (arte com lixo) e a poesia de Sofia de Mello Brayner sobre o Mar (integrada na comemoração do centenário do nascimento da escritora e no Dia Mundial da Poesia,para além das atividades escolares terem começado com a leitura de um poema de Sophia de Mello Breyner Andresen, em todas as turmas da escola, no início da primeira aula da manhã. 

Vê aqui as fotografias.

Galeria de fotografias

Chegou a Primavera!




...e porque a primavera começou recentemente, vamos recordá-la nas palavras de Florbela Espanca (se não sabes quem é, vai pesquisar. Vale a pena.)


"Há uma primavera em cada vida: é preciso cantá-la assim florida..." 
Aproveita e lê o poema na totalidade.

Amar!

Eu quero amar, amar perdidamente!
Amar só por amar: Aqui... além...
Mais Este e Aquele, o Outro e toda a gente...
Amar! Amar! E não amar ninguém!

Recordar? Esquecer? Indiferente!...
Prender ou desprender? É mal? É bem?
Quem disser que se pode amar alguém
Durante a vida inteira é porque mente!

Há uma Primavera em cada vida:
É preciso cantá-la assim florida,
Pois se Deus nos deu voz, foi pra cantar!

E se um dia hei de ser pó, cinza e nada
Que seja a minha noite uma alvorada,
Que me saiba perder... pra me encontrar...

Florbela Espanca

Podes também ouvir o poema musicado e cantado por Luís Represa. 










Apesar de ser comemorado desde 1909, a celebração do Dia Internacional da Mulher a 8 de março foi instituída pelas Nações Unidas, em 1975. E, somente em 1979 foi aprovada a Convenção para a eliminação de todas as formas de discriminação contra as mulheres.

A biblioteca escolar homenageou, no dia 8 de março, todas as mulheres!

Nessa data, com uma exposição comemorativa, foram recordadas algumas mulheres que, em distintas áreas, tiveram um importante contributo para a história de Portugal e do Mundo. Da política, às artes, da literatura, ao desporto e espetáculo, foram muitas as mulheres que lutaram pela igualdade de direitos e pela afirmação do sexo feminino.

As mulheres que trabalham na nossa escola, num dos intervalos do período da manhã, foram homenageadas nas palavras proferidas pelo coordenador da nossa escola e pela maravilhosa voz da Maria Leonor, acompanhada por alguns colegas de turma, pelos colegas mais velhos do nono
ano e pelo professor Pedro, de Educação Musical.

Foi ainda distribuída, a todas as mulheres presentes, uma rosa…num marcador de livros!


Vê aqui as fotografias



12 de fevereiro de 2019

Caricaturas de Saramago



 Tal como atempadamente anunciado, a par da exposição sobre o Prémio Nobel da Literatura, José Saramago, decorreu igualmente uma exposição de trabalhos de caricaturas do escritor, elaboradas por alunos  da Escola Básica e Secundária de Ansião.
Deixamos hoje aqui a informação sobre os prémios/vencedores desta iniciativa, e...PARABÉNS aos premiados!


1º Prémio: Lara Barros

2º prémio: Rafael Ferreira 


 3º prémio: Patrícia Guiomar

30 de janeiro de 2019

Dia Internacional em memória das vítimas do Holocausto- imagens



"O Rapaz do pijama às riscas"- que não viu, quem não se lembra do retrato cruel de uma época de dor, injustiça, morte?

Foi com base nesta obra que a Biblioteca da Escola Básica nº 2 de Avelar "presenteou" os alunos da nossa escola, para comemorar o Dia Internacional em memória das vítimas do Holocausto.

As imagens são, como habitualmente, do professor Mário Marinho.

25 de janeiro de 2019

Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto



A Equipa da Biblioteca Escolar da Escola Básica de Avelar e o Clube Europeu irão promover na próxima 2ª feira, dia 28 de janeiro, uma atividade de comemoração do Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto. 
A atividade dividir-se-á em vários momentos e terá lugar no átrio do Bloco B da escola, conforme o cartaz abaixo.
PARA NÃO CAIR NO ESQUECIMENTO. 
Em honra aos mortos e como advertência aos vivos






E também Em honra aos mortos e como advertência aos vivos, não deixem de ver este excelente documentário, para que nunca se apague da nossa memória!



«José Saramago: 20 anos do Prémio Nobel»

...na Escola Básica de  Avelar

A partir do dia 21 de janeiro, está patente na Escola Básica de Avelar uma exposição inédita, em português e inglês, comemorativa dos 20 anos do Prémio Nobel de Literatura de José Saramago, até hoje único autor em língua portuguesa a receber tal distinção.
Graças à parceria entre o Instituto Camões e a Fundação José Saramago foi possível aceder a esta exposição e apresentá-la a toda a comunidade educativa, divulgando a vida e a obra do escritor, com particular enfâse na sua distinção com este prémio.
Composta por 22 painéis com fotografias de Estelle Valente, textos de Ricardo Viel e ilustrações de Gonçalo Viana, a exposição - «José Saramago: 20 anos do Prémio Nobel» - traça, no seu conjunto, um panorama da atribuição do máximo galardão das Letras ao autor de Todos os Nomes.
Associada a esta exposição de painéis, encontra-se um conjunto de 30 caricaturas do escritor, elaboradas por alunos do 8ºano da Escola Básica e Secundária de Ansião.
Na aula de Português, as turmas visitaram a exposição e participaram numa actividade interativa de descoberta da informação, que registou o agrado e a adesão fácil de todos, conforme as fotos podem atestar.


17 de janeiro de 2019

Semana das Ciências e Humanidades- imagens



Como já vem sendo hábito, o professor Mário Marinho acompanha todas as atividades da Escola Básica nº 2 de Avelar, e vai fazendo as suas reportagens fotográficas.
Graças a ele, já podemos aqui dar a conhecer algumas imagens da Semana das Ciências e Humanidades nesta escola.

Oficina- Planeta Matemático


Clicar para ver mais imagens
Feira dos Minerais


Clicar para ver mais imagens

14 de janeiro de 2019

Semana das Ciências e Humanidades



Decorre, de 14 a 18 de janeiro, no Agrupamento de Escolas de Ansião, a Semana das Ciências e Humanidades, iniciativa das Bibliotecas Escolares da Escola Básica nº 2 de Avelar e Escola EB 2,3 e Secundária Dr. Pascoal José de Mello, Ansião, em articulação com os docentes dos Departamentos de Ciências Experimentais e Ciências Sociais e Humanas. 

Consulta os cartazes das atividades das respetivas escolas (semelhantes, mas não coincidentes) e participa!







Concurso Nacional de Leitura



Cumpriu-se mais uma vez a 1ªfase do Concurso Nacional de Leitura!

Com a colaboração dos professores da área disciplinar de Português, a Biblioteca dinamizou, no passado dia 04 de janeiro, a prova escrita com o propósito de testar o conhecimento de textos previamente selecionados e divulgados.

Classificadas as provas, apresentam-se os alunos que obtiveram os melhores resultados:



O aluno que obteve o 1ºlugar em cada ciclo representará o nosso Agrupamento na 2ª fase deste Concurso Nacional de Leitura, cuja data será anunciada logo que possível.   

A todos os participantes, PARABÉNS!                                                                                                 

10 de janeiro de 2019

Feliz Ano Novo

Ainda o espírito festivo das datas recentes. 
É sabido que nem sempre as árvores se mostram viçosas e carregadas de vida. Por vezes, o Inverno manifesta-se frio e tenebroso. E os presentes não duram o ano todo. 
Por vezes, a fome e o frio substituem o Natal. E é urgente que a humanidade se empenhe em pôr fim a esta situação.
Que tal começar por ti a mudança de atitude? 

Feliz Ano Novo!


10 de dezembro de 2018

Direitos Humanos- início das atividades



ESCOLA BÁSICA 2,3 DE AVELAR

Tal como anunciado no cartaz, já começaram as celebrações dos 70 anos da publicação da Declaração Universal dos Direitos Humanos. E está linda, a nossa árvore, agora já com muitas velas acesas, na Escola Básica nº 2 de Avelar.

Seguiu-se um momento belíssimo, interpretado por alguns dos nossos alunos, que "vestiram" a pele de alguns dos ativistas que mais se destacaram na história da luta pelos direitos humanos.


Podes ver aqui o filme das atividades da manhã.



Clicar para ver mais

Também o Clube de Fotografia, na pessoa do professor Mário Marinho, deu o seu contributos, como já vem sendo habitual, fazendo a cobertura fotográfica desta atividade. Vale a pena ver!

Clicar para ver mais


Nesta galeria  podem ser vistas imagens de atividades alusivas a este dia, atividades estas que foram acontecendo ao longo do dia, entre a Escola sede do Agrupamento e a Escola Básica nº 2 de Avelar. Dá uma espreitadela, e vais ver que vais gostar!


6 de dezembro de 2018

Declaração Universal dos Direitos Humanos


De novo falamos de Direitos Humanos. E nunca é demais!
Desta vez, para dar nota de uma  alteração no programa na Escola Básica nº 2 de Avelar, sobre as Comemorações da Declaração Universal dos Direitos Humanos (clica para leres o documento) que terão lugar no dia 10 de dezembro.

Deixamos o cartaz atualizado e algumas indicações dadas pela organização, importantes para que se garanta o sucesso da iniciativa.

E reforçamos: a tua/vossa presença é FUNDAMENTAL!! 



"Com vista à formação do Laço Humano Branco pedimos aos elementos da Comunidade que no intervalo das 11.45h se apresentem com uma peça de vestuário branco (camisola, t-shirt, casaco,...) e integrem a formação do laço. O Clube de Fotografia fará o registo da atividade.
Para a inauguração da Árvore dos Direitos Humanos na Praça Costa Rego, convidamos os alunos das turmas 9ºE, 9ºG e 8ºF (os professores envolvidos também já foram informados), por estes terem estado diretamente envolvidas na realização dos trabalhos de preparação desta comemoração".


Professoras Conceição Ferreira e Ana Jegundo

Cartaz atualizado





5 de dezembro de 2018

Declaração Universal dos Direitos Humanos

Já aqui fizemos referência à data, que será assinalada de diversas formas, incluindo concursos da Biblioteca.  Mas há mais...muito mais.
Deixamos aqui os cartazes de ambas as escolas (Ansião e Avelar), bem como o convite feito pela Direção do Agrupamento.


"No âmbito da Comemoração dos 70 Anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, no próximo dia 10 de dezembro, 2ª feira,convidamos a comunidade a integrar as atividades que irão decorrer em Ansião e em Avelar (cartazes em anexo). 
De salientar, a partir das 11H00 em Ansião - Marcha pelos Direitos da Criança, Estátuas Humanas e Inauguração da Árvore dos Direitos Humanos - na Praça do Município e a partir das 10H00 em Avelar - Inauguração da Exposição, o Cordel dos Direitos Humanos, Iluminação da Árvore dos Direitos Humanos e Formação de Laço Humano Branco - Escola. 

Com os melhores cumprimentos, 

A Direção"





27 de novembro de 2018

À Descoberta da Biblioteca



As Bibliotecas Escolares do Agrupamento há muito que vêm apostando no desenvolvimento dos hábitos de leitura dos nossos alunos. 

Deste modo, a Biblioteca da Escola Básica Nº2 de Avelar vai dinamizar a atividade “À Descoberta da Biblioteca: Livros, Leituras…e Leitores!”com a participação dos alunos do 5º e 8º anos e, ainda, com os alunos embaixadores de Leitura do 6º E e do 7º F. 

Sendo a família um agente fundamental na educação das crianças e jovens e na sua formação integral, nomeadamente na promoção de hábitos de leitura, convidamos toda a Comunidade Educativa, especialmente os pais e encarregados de educação a assistir a este momento enriquecedor, de partilha de livros e leituras pelos alunos da nossa escola, que decorrerá 3ªfeira, dia 27 de novembro, pelas 17h30, no nosso auditório (sala 15).


Concurso Nacional de Leitura

Contamos com a tua participação.
Arrisca!!




26 de novembro de 2018

10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos

COMEMORAÇÃO DOS 70 ANOS da DECLARAÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS


2018 assinala o ano da celebração dos 70 anos da proclamação da Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH) e dos 40 anos da sua publicação oficial em Portugal, bem como o 40.º aniversário da adesão de Portugal à Convenção Europeia dos Direitos Humanos.

Para assinalar esta data, e porque a formação dos jovens se impõe cada vez mais à escola como uma prioridade, a Biblioteca Escolar, associando-se às atividades do Clube Europeu e em articulação com o Plano Nacional de Cinema, propõe à comunidade escolar, via Diretores de Turma, um conjunto de iniciativas promotoras de aprendizagem sobre os direitos humanos, que podem ser implementadas dentro ou fora do espaço de sala de aula, a saber:


(Clica na imagem para veres na totalidade)


(Clica na imagem para veres na totalidade)


(Clica na imagem para veres na totalidade)


Com estas dinâmicas educativas pretende-se acima de tudo que os alunos do 2º e do 3º ciclos tomem consciência, reflitam e intervenham na comunidade, com o propósito de promover a defesa dos direitos humanos consagrados e discutir a possibilidade de instituição de novos direitos que protejam a qualidade de vida das pessoas e do planeta. 



A Equipa de Trabalho

da Biblioteca da Escola Básica de Avelar

25 de novembro de 2018

Dia Internacional pela Eliminação da Violência sobre as Mulheres


A poesia (também) é uma arma…

Calçada de Carriche (para ouvires a música, clica aqui)

Luísa sobe, 
sobe a calçada,
sobe e não pode
que vai cansada.
Sobe, Luísa,
Luísa, sobe,
sobe que sobe
sobe a calçada.
Saiu de casa
de madrugada;
regressa a casa
é já noite fechada.



Na mão grosseira,
...
(clica para leres o resto)

António Gedeão




20 de novembro de 2018

Dia Internacional dos Direitos das Crianças




Origem da Data

A origem do Dia Internacional dos Direitos da Criança é bastante clara e significativa: foi a 20 de novembro de 1959 que se proclamou mundialmente a Declaração dos Direitos das Crianças e a 20 de novembro de 1989 que se adotou a Convenção sobre os Direitos da Criança. O objetivo da data é salientar e divulgar os direitos das crianças de todo o mundo.

Em Portugal realizam-se atividades solidárias como é o exemplo do Dia Nacional do Pijama, onde as crianças vão de pijama para a escola, relembrando o direito de todas elas a terem um lar, uma família e a proteção da sociedade.

 
A Declaração dos Direitos da Criança foi adaptada da Declaração Universal dos Direitos do Humanos, e tem a seguinte redação:
  • Todas as crianças têm o direito à vida e à liberdade.
  • Todas as crianças devem ser protegidas da violência doméstica, do tráfico humano e do trabalho infantil.
  • Todas as crianças são iguais e têm os mesmos direitos, não importando a sua cor, raça, sexo, religião, origem social ou nacionalidade.
  • Todas as crianças devem ser protegidas pela família e pela sociedade.
  • Todas as crianças têm direito a um nome e a uma nacionalidade.
  • Todas as crianças têm direito a alimentação, habitação, recreação e atendimento médico.
  • As crianças portadoras de deficiências, físicas ou mentais, têm o direito à educação e aos cuidados especiais.
  • Todas as crianças têm direito ao amor, à segurança e à compreensão dos pais e da sociedade.
  • Todas as crianças têm direito à educação.
  • Todas as crianças tem direito de não serem violadas verbalmente ou serem agredidas por pais, avós, parentes, ou mesmo a sociedade.

Fonte: https://www.calendarr.com/portugal/dia-internacional-dos-direitos-das-criancas/

Parece-nos ser um bom tema para "explorares" nas nossas bibliotecas. Que tal uma visita para fazeres algumas pesquisas sobre este assunto? 


14 de novembro de 2018

Dia Internacional da Tolerância



"A tolerância é um termo que vem do latim tolerare que significa "suportar" ou "aceitar". A tolerância é o ato de agir com condescendência e aceitação perante algo que não se quer ou que não se pode impedir.
A tolerância é uma atitude fundamental para quem vive em sociedade. Uma pessoa tolerante normalmente aceita opiniões ou comportamentos diferentes daqueles estabelecidos pelo seu meio social. Este tipo de tolerância é denominada "tolerância social".
O dia 16 de novembro foi instituído pela ONU como o Dia Internacional para a Tolerância. Esta é uma das muitas medidas da Organização das Nações Unidas para o combate à intolerância e da não aceitação da diversidade cultural.
Esta data ainda visa combater a intolerância religiosa, que consiste na falta de compreensão que algumas pessoas têm sobre o direito de cada indivíduo expressar a sua crença."

Fonte: https://www.significados.com.br/tolerancia/

Neste dia 16 de novembro, as Bibliotecas Escolares, o Clube Europeu e as Escolas Embaixadoras do Parlamento Europeu propõem duas atividades baseadas em materiais produzidos pela professora Natália Sapinho, poderão ajudar a refletir um pouco sobre os diversos tipos de intolerância existentes no mundo atual, e que certamente irão ser apresentadas aos alunos pelos seus professores, com o objetivo de promover, hoje e sempre, a TOLERÂNCIA.





Saramago, Prémio Nobel

José Saramago recebe o Prémio Nobel  de Literatura 

Em 8 de outubro de 1998, Saramago  tornou-se o primeiro escritor da língua portuguesa a ganhar um Nobel da Literatura



Um dos maiores escritores da literatura portuguesa, José Saramago entrou para história ao tornar-se o primeiro autor de língua portuguesa a ganhar um Nobel da Literatura. O prémio foi-lhe entregue  em 8 de outubro de 1998 e até hoje nenhum outro escritor de língua portuguesa  repetiu a proeza.

Saramago nasceu em 16 de novembro de 1922, no seio de uma família humilde de agricultores, que morava na Aldeia da Azinhaga,  na província do Ribatejo. No entanto, o seu registo oficial de nascimento seria feito apenas dois dias depois, em 18 de novembro.

Aos dois anos de idade, sua família se mudou para Lisboa, passando por muitas dificuldades financeiras. A falta de dinheiro impediu Saramago de frequentar uma universidade e ele passou a trabalhar como serralheiro mecânico. Nos anos seguintes, trabalhou também como desenhista, funcionário público, jornalista e editor de jornal.

Em 1944, casou-se com a pintora Ilda Reis e publicou o seu primeiro livro, Terra do Pecado, na mesma época em que sua filha, Violante, nasceu. Depois, passou a traduzir livros de escritores como Baudelaire e Tolstói, sendo este último uma de suas grandes influências na defesa política dos menos favorecidos.

Em 1970, Saramago divorciou-se de Ilda e iniciou um relacionamento com a escritora portuguesa Isabel da Nóbrega. O romance durou até 1986, ano em que Saramago conheceu a jornalista e tradutora espanhola Pilar del Rio, com quem se casou e permaneceu até a morte.

A denúncia das injustiças sociais é uma das maiores marcas das obras do escritor. 

Os livros de Saramago eram recheados de metáforas e alegorias, não só por necessidade artística, criativa, mas também para iludir a censura. Em Memorial do Convento (1982), por exemplo, ele conta a história do convento de Mafra, negociado com Deus em troca de um herdeiro para o reino de Portugal. No livro A Jangada de Pedra (1986), ele narra a separação da Península Ibérica, que faz Portugal tornar-se uma embarcação vagando sem rumo pelo oceano.

Em 1991, Saramago, que era ateu, passou a ser mal visto pela Igreja, após publicar O Evangelho Segundo Jesus Cristo, obra que humanizou a figura de Jesus Cristo. A polémica foi tão forte, que o escritor decidiu  isolar-se com Pilar para a ilha de Lanzarote, a mais oriental do arquipélago das Canárias, em Espanha.

Em 1995, Saramago recebeu o Prémio Camões, o mais importante da literatura portuguesa, pelo livro Ensaio sobre a Cegueira,obra que conta a história de uma cidade inteira que fica cega às vésperas do fim do milénio, quando todos se curvavam ao delírio consumista.

Em 1998, além do Nobel da Literatura, Saramago recebeu do então presidente português, Jorge Sampaio, o Grande Colar da Ordem de Santiago da Espada, condecoração máxima do país que, até então, era reservada apenas a chefes de Estado.

Em 29 de junho de 2007, o escritor criou a Fundação José Saramago, destinada à defesa e difusão da Declaração Universal dos Direitos Humanos e dos problemas do meio ambiente.

Em 5 de abril de 2009, Saramago foi internado por 15 dias por motivos de saúde. Na manhã de 18 de junho de 2010, Saramago passou mal logo após o café. Mesmo sendo imediatamente atendido, ele não resistiu e morreu naquele mesmo dia.

Fonte: http://opiniaoenoticia.com.br/cultura/em-1998-jose-saramago-recebe-o-premio-nobel-de-literatura/


Mas Saramago deixou-nos um pouco mais do que as obras literárias mais conhecidas. Embora poucos saibam, Saramago escreveu uma obra para crianças, que viria a ser transformada em filme de animação. Queres vê-la? Aqui está. Esperamos que gostes tanto como nós!:

















O ilustrador e escritor Nuno Caravela visitou o concelho de Ansião. Realizou três sessões para todos os alunos do 1.º Ciclo do Agrupamento que ficaram mais alegres por o receber. 


Nuno Caravela apresentou os seus personagens da coleção O Bando das Cavernas que vindos dos confins do tempo, povoaram a imaginação dos alunos, com as suas aventuras. Sendo também ilustrador, Nuno Caravela mostrou, ainda, a técnica utilizada para a ilustração dos seus livros e a construção das suas personagens.



O nosso obrigado por esta visita!










As atividades deste mês terminaram na noite de quarta-feira, dia 31 de outubro, na qual 23 alunos do 5.º ano de escolaridade, da Escola Dr. Pascoal José de Mello, em Ansião, tiveram oportunidade de passar uma noite diferente e divertida (ou talvez assustadora) na Biblioteca Escolar.

A iniciativa chamou-se “Noite de Bruxas na Biblioteca Escolar” e teve como objetivo promover a integração destes alunos mais novos, no espaço da Biblioteca e na própria escola e pretende também aproximar, mais, os alunos do mundo dos livros e da leitura.

Nesta noite quase mágica, os alunos tiveram a oportunidade de vivenciar muitas aventuras e experiências, no meio do fantástico mundo dos livros (e das bruxas). Do programa fizeram parte: um jantar partilhado, um biblio paper, sessão de contos, jogos variados e uma dormida no labirinto das estantes.










No dia 22 de outubro comemorou-se o Dia Internacional das Bibliotecas Escolares.
Ao final da tarde na Biblioteca da Escola Dr. Pascoal José de Mello, em Ansião, comemorou-se este dia com as seguintes atividades:

· Tomada de posse dos Embaixadores da Leitura 18/19

· Brincar com a poesia com as Cornucópias de Ansião e com os Embaixadores da Leitura

· Chá com Letras, em que todos os presentes foram convidados a tomar um chá, comer uma fatia de bolo e a ler pequenas poesias, como acompanhamento.




No dia 16 de outubro o Agrupamento de Escolas de Ansião levou a cabo diversas iniciativas de âmbito multidisciplinar (Biblioteca Escolar, Ciências Naturais, Educação Especial, Educação Visual e Tecnológica (EVT), Centro de Ocupação Jovem (COJ) e Projeto de Promoção da Saúde e Educação Sexual (PESES), divertidas, degustativas, gostosas e pedagógicas, que visaram informar, promover e alertar os alunos e toda a comunidade escolar, para o impacto de uma opção alimentar saudável na saúde e assim comemorar o Dia Mundial da Alimentação. 

Logo pela manhã, começaram a chegar à Escola Básica e Secundária Dr. Pascoal José de Mello, os produtos biológicos trazidos pelos alunos e professores. De seguida organizou-se o espaço destinado ao mercadinho, com toalhas e sacos elaborados/ decorados pelos alunos, a partir de papel reutilizado. 

As atividades foram variadas destacando-se: 

-Promoção do Refeitório da escola, de forma a incentivar os alunos a optarem pelo mesmo, à hora do almoço. 

-Degustação gratuita de vários snacks saudáveis, gostosos e fáceis de executar. 

-Mercadinho de produtos caseiros, pelos alunos e com o contributo dos Encarregados de Educação. O resultado deste mercado, por escolha dos alunos, reverteu a favor do Canil Municipal, e culminou com a entrega de alimentos à referida entidade. 

Neste sentido também se sensibilizou os alunos para a importância da proteção dos animais, desenvolvendo-se o espírito de cidadãos ativos. 

A atividade teve como objetivo sensibilizar os alunos para uma alimentação saudável privilegiando a agricultura biológica e ainda a oportunidade de os alunos “meterem as mãos na massa" na feitura do queijo artesanal sob a orientação de uma encarregada de educação (queijeira artesanal de Santiago da Guarda). 

Paralelamente os alunos puderam observar as várias etapas do fabrico do pão pela professora Arménia Rodrigues. 

Foram ainda dinamizadas atividades de promoção da leitura, nas Escolas do 1º Ciclo e nos Jardins de Infância, pelas professoras bibliotecárias, com a animação da história “Uma sopa especial”. 

Foi um dia diferente, com muita participação por parte de todos e que despertou os sentidos… 


Professoras Elsa Figueiredo, Laurinda Vaz, Carla Girão e Natália Sapinho

Cá estamos, de novo!


Como diria  Maria Alberta Menéres, no seu livro Ulisses,

"E Ulisses, existiu? E Homero, existiu?
E O Sol, existe? E a Lua, existe? E o Mar, existe?"

E nós  acrescentamos: e o blogue das Bibliotecas ainda existe?

Tal como o Sol, a Lua, e o Mar: nem sempre estão visíveis para nós, mas existem.
Assim é com o Blogue da Bibliotecas.
Por razões que não vêm ao caso, estivemos "ausentes" durante uns meses, mas regressámos em força!
Como sempre, disponíveis para mais um ano cheio de atividades, com muitos livros, aventuras e desafios.
Claro que nada disto tem valor, se não houver público para usufruir de tudo isto. Vamos a isso? Mãos à obra!

Feliz ano, e...bons resultados!!